LOGO UOL HOST

Receba por e-mail as novidades e publicações da Academia UOL HOST

O que são e para que servem as landing pages?

Sabe quando você clica em um link patrocinado ou em um banner e é redirecionado a uma página que tem tudo a ver com aquela propaganda? Então, esta é a landing page, ou em português, página de entrada.

A lógica é a seguinte: ao clicar em um link de uma campanha, o cliente deverá encontrar, logo de cara, o que o anúncio oferecia (em vez de ser mandado a uma homepage, onde dificilmente encontrará o que procura).

Por exemplo, você pesquisa no buscador por “promoção de botas”, aparecem alguns links patrocinados, entre eles: Loja Clóvis, Oscar Calçados, Dafiti, Passarela dos Calçados e Lojas Marisa. Mas, nem todos os links levam o internauta ao que ele deseja: as botas em promoção. Somente a Marisa e a Passarela entregaram o conteúdo procurado, os outros sites direcionaram o cliente para a homepage. Veja só:

Corretos:

 


Errados:

 

 

E-mail marketing

No e-mail marketing, a lógica é a mesma. Se o seu e-mail conter mais de um tema ou bloco de ofertas, cada item deve ter um link direcionando para uma diferente landing page, que deve apresentar o que o e-mail promete. Veja, por exemplo, esse e-mail marketing da loja virtual iBacana:

Ao clicarmos na primeira chamada, “Massas”, somos direcionados para a seguinte página:

Já quando clicamos nos “Vinhos”, a landing page é a seguinte:

E, por fim, ao escolhermos os “Molhos e Condimentos”, o link nos leva para essa página:

O que não pode faltar em uma landing page

Esta página tem como principal meta converter o clique em venda. E ela só conseguirá alcançá-la se for realmente eficiente. Para isto, o texto deve ser o mais objetivo possível, as informações devem ser expostas de forma clara e organizada e a página deve conter todos os dados de que o consumidor precisa para tomar uma decisão, como descrições dos produtos e preços.

E o mais importante: ela precisa ter um bom “call to action”, ou seja, uma chamada para o visitante finalizar o processo. Expressões como “Compre já” ou “Cadastre-se agora” cumprem este papel.

Para ilustrar esses elementos, pegamos agora um exemplo de um link patrocinado no Facebook. Pois, assim como nos links patrocinados do Google e nos e-mails marketing, os anúncios do Facebook também precisam de uma landing page.

No anúncio abaixo da Fast Shop, veiculado no Facebook, eles oferecem ao internauta um modelo de Smartphone da Samsung:

Ao clicar na propaganda, o cliente é direcionado para uma landing page que contém todos os elementos citados mais acima: descrição do produto, valores e uma call to action chamativa, incentivando o cliente a comprar o produto:

Dizem que a sala de estar é a porta de entrada de casa, e, por isto, ao receber uma visita ela deve estar impecável, não é? Pois a landing page é a sala de visita da sua loja virtual. Cuide dela com todo capricho!

Se interessou pelo tema? Leia aqui outros posts relacionados ao assunto: