LOGO UOL HOST

Receba por e-mail as novidades e publicações da Academia UOL HOST

Modelo de Plano de Negócios para download grátis: baixe e aprenda a fazer o seu!

Dê o primeiro passo para abrir sua empresa

O plano de negócios é uma das primeiras ferramentas que o empreendedor deveria utilizar quando está planejando criar uma empresa. Esse instrumento é um poderoso aliado porque ajuda a colocar no papel todas as ideias que estão surgindo na sua cabeça e cruzá-las com dados reais de mercado, de forma que você possa verificar se o que está sonhando em fazer pode se tornar um negócio promissor e descobrir a melhor forma de fazer acontecer.

Normalmente, quem não faz um bom plano de negócios antes de abrir as portas está sujeito a ter diversas surpresas. E muitas delas desagradáveis, como descobrir que tem um forte concorrente na esquina, perceber que não conhece bem os seus próprios clientes ou que sua empresa não tem um propósito nem uma identidade, e é mais uma entre centenas ou milhares. Já deu para sentir a importância dessa ferramenta, não é mesmo?

Se a resposta é sim, que tal começar a montar o seu plano de negócios agora mesmo? O UOL HOST criou um Modelo de Plano de Negócios detalhado para que você consiga transformar suas ideias em uma empresa real e próspera!

Para isso, o primeiro passo é fazer o download grátis do seu Plano de Negócios UOL HOST. Você vai ver que os itens do plano  cobrem cinco áreas principais que precisam ser desenvolvidas em qualquer empreendimento:

>> Leia também: 3 atitudes que você pode tomar após ter uma ideia de negócio

  1. Visão geral: Lá, você vai preencher informações gerais da empresa, como o ramo de atuação, a missão e descobrir em qual enquadramento jurídico você se encontra. Esse último item é importante para garantir que sua empresa esteja dentro da lei, cumpra todos os deveres jurídicos e pague os tributos necessários.

  2. Análise de mercado: o segundo momento é de estudar e refletir sobre o mercado no qual você está prestes a entrar. Aqui, você vai analisar quem são os seus clientes, afinal, é para eles que você vai vender; quais empresas concorrem com você, para que você fique sempre de olho nelas; e descobrir quem são os fornecedores do seu mercado.

  3. Plano de marketing: a terceira etapa é o plano de marketing, que vai ajudá-lo a ter uma visão mais clara de quais são os seus produtos e como você pode promovê-los para que se tornem interessantes para o consumidor, considerando que você já sabe para quem vai vender.

>> Leia também: Aprenda a fazer o planejamento de marketing da sua empresa para o próximo ano

Também é neste momento que você vai começar a delinear o seu preço; definir as primeiras estratégias promocionais responsáveis por impulsionar o seu negócio; descobrir qual estrutura será necessária para vender seus produtos e escolher uma boa localização para sua empresa, algo que é crucial em um negócio.

  1. Plano operacional: agora você já tem uma boa ideia de como vai funcionar o seu empreendimento, mas só na teoria. O plano operacional é o momento de racionalizar tudo o que você vem idealizando e descobrir formas de tornar real.

Nele, você deve listar todas as atividades que serão desempenhadas no dia a dia, em todas as etapas, desde a produção até a venda; escolher quais serão os profissionais que vão compor a folha de pagamento e os respectivos salários deles; estimar quanto sua empresa será capaz de produzir dentro de um período e qual a melhor forma de organizar os setores e departamentos, de forma que o layout favoreça a operação e não prejudique a produtividade dos funcionários.

  1. Plano financeiro: a última etapa consiste em trabalhar profundamente os recursos financeiros, de modo que você possa atestar que tudo o que é necessário e desejado possa ser pago.

Aqui, você vai estimar os custos fixos, que são aqueles que terá, independentemente de o número de vendas ser bom ou ruim; definir um capital de giro para que sua empresa tenha sempre valor em caixa; determinar os investimentos pré-operacionais, ou seja, aqueles que são necessários mesmo antes de abrir as portas; fazer a previsão do faturamento mensal, para que você possa determinar se a empresa vai ou não conseguir se pagar; descobrir quanto vai custar para comercializar os produtos; o que será gasto em mão de obra; quando você vai ter de trocar seus equipamentos (e quanto isso vai custar) e quais serão os valores fixos da operação.

No fim do plano financeiro, com todas essas informações, você poderá criar um demonstrativo de resultados, que vai fornecer um cenário claro da situação da empresa e prever se ela vai operar com lucro ou prejuízo.

Esta seção também vai ajudá-lo a medir a viabilidade do projeto com base em indicadores como o ponto de equilíbrio, lucratividade, rentabilidade e prazo de retorno.

>> Leia também: Como cuidar do seu financeiro em tempos de crise

Depois de preencher todos estes itens, você terá um quadro completo do seu negócio, terá tudo o que precisa para concluir se vale ou não a pena tirar a empresa do papel e como você pode fazer isso da forma mais segura possível.

Sim, é um processo um pouco trabalhoso e que exige pesquisa, análise e reflexão, mas com ele você vai poder investir o seu dinheiro muito mais tranquilo, com uma perspectiva clara de como será o negócio na prática.

Quer essa segurança? Então faça o download grátis do Plano de Negócios UOL HOST e comece já a montar o seu!